Liderança estratégica: como tornar o networking mais produtivo?

Não é difícil encontrar profissionais que já tenham cursado um MBA em Liderança e Gestão e tenham saído do curso com a sensação que tiveram contatos com conteúdos superficiais. Sem contar que a falta de experiência de vida dos colegas de sala de aula também deixou a desejar em relação à expectativa de estabelecer networking produtivos.

 

Em cursos de MBA, muitas vezes, o networking e a troca de conhecimentos vale tanto quanto as aulas que são dadas. Saber aproveitar a troca de experiências em sala de aula é crucial assim como promover discussões sobre assuntos comuns de liderança e gestão.

 

O profissional que sente falta de um conteúdo mais profissional e estruturado precisa encontrar um MBA que reúna pessoas com sua mesma experiência ou ainda mais seniores.  

 

Quando o profissional está preocupado com a gestão do negócio como um todo, por exemplo, ele precisa trocar conhecimento com os colegas e ouvir histórias complementares ou experiências desconectadas da realidade em que vive. Essa troca de conhecimento traz um ganho enorme para a carreira.

 

Por isso, na hora de buscar um MBA de Liderança Estratégica e Gestão é preciso pesquisar sobre o grau de senioridade dos integrantes e pesquisar se o curso tem foco em experiências práticas.

 

Avalie o processo de pré-seleção

 

Para garantir que os executivos tenham um bom nível de networking é fundamental que a instituição de ensino seja rigorosa na pré-seleção dos alunos. É preciso que seja realizada uma entrevista séria para homogeneizar o perfil dos candidatos e a experiência da sala. Se a sala é composta por profissionais mais seniores não cabe a presença de executivos mais jovens, mesmo que ocupem papéis de destaque na companhia.

 

 

Embora, provavelmente, esse profissional tenha um excelente conhecimento técnico, ele não possui experiência de vida e, por isso, sua bagagem pode não suprir a expectativa dos demais envolvidos, o transformado no “colega despreparado” do grupo .

 

Avaliar a homogeneidade da sala do MBA de Liderança e Gestão é a melhor maneira para medir o grau de networking que será possível estabelecer no curso tanto na vida social como profissional.